Notícias

Análise: "Hoje o encontro dos planetas Júpiter e Saturno"

Postado às 16h28 | 21 Dec 2020

Alinhamento dos planetas ocorre a cada duas décadas, mas não de modo tão próximo.

Ney Lopes

Hoje. 21, à noite, entre18 e 22 horas, os brasileiros poderão acompanhar com detalhes o alinhamento entre os planetas Júpiter e Saturno, os dois maiores do Sistema Solar.

Isso será possível, através de “live” marcada no canal da Seara da Ciência da Universidade Federal do Ceará (UFC), a partir de 18 horas.

O fenômeno é conhecido como a “noite mais longa do ano” e acontece no solstício de inverno.

Embora esses dois planetas se encontrem nesta posição a cada 20 anos, o encontro de 2020 é muito particular, pois quase 400 anos se passaram desde que ambos estiveram tão próximos um do outro, e cerca de 800 anos desde que aconteceu à noite, o que permitirá que seja visível em quase todos os lugares do mundo, observa a Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos.

Todos que estiverem próximos à linha do Equador e em lugares descampados, com o céu noturno limpo e sem nuvens, a visão do fenômeno será nítida.

Os dois planetas irão formar um ponto, que se assemelha a uma estrela chamada “estrela do Natal”, comparada a estrela que guiou os Reis Magos. Para os astrônomos de todo o mundo existe uma certeza: não há melhor maneira de celebrar a noite mais longa do ano, do que a observar o céu.

Desta vez o céu vai proporcionar algo que nunca se viu nem nunca mais se verá enquanto formos vivos: a conjunção dos dois maiores planetas do sistema solar.

Até ao dia 25 de dezembro, os dois planetas irão ficar cada vez mais próximos – sendo visível todos os dias, cerca de uma hora depois do pôr do Sol.

Sem dúvida espetáculo histórico, proporcionado pela natureza nessa época trágica de pandemia.

 

 

 

Deixe sua Opinião