Notícias

Entidades se reúnem com o Cade para pedir quebra de patente de droga contra hepatite

Postado às 08h54 | 30 Sep 2020

Painel

Em reunião hoje com o Cade, entidades ligadas a saúde e direitos humanos vão reforçar o pedido para abertura de investigação sobre abuso do monopólio do sofosbuvir, usado contra hepatite C. O argumento é que o fabricante, Gilead, usa a patente de forma predatória e pratica preços exorbitantes que minam a capacidade pública de garantir o direito a saúde.

A ação, iniciada em 2019, pede a quebra da patente. As entidades dizem que a pandemia tornou o cenário mais drástico, afetando o orçamento do SUS para compra da droga, que pode custar mais de R$ 900 a cápsula. O laboratório nega minar a concorrência.

 

Deixe sua Opinião