Notícias

Opinião: "Biden ganha debate, mas vitória é incerta"

Postado às 06h27 | 01 Oct 2020

Ney Lopes

As pesquisas indicam que o democrata Biden superou o republicano Trump e venceu o debate de ontem. Entretanto, isso não significa que ganhe a eleição. O debate foi frustrante, sendo qualificado como “confuso” e       "caótico” pelos analistas.

Muitas agressões de parte a parte. Biden teve um melhor controle do cenário. Falou várias vezes olhando para a câmera com firmeza e acompanhando suas palavras de uma boa gestualidade com as mãos. Trump não fez isso nenhuma vez. Às caretas do republicano, uma mistura de arrogância e desprezo pelo rival,

Biden respondeu com uma comunicação não verbal de risos displicentes, inclusive quando falava da pandemia para desacreditar Trump, descrito por ele como “palhaço, mentiroso, enganador, ridículo e sem maneiras”. O presidente, que não sorriu nenhuma vez, mostrou seu rosto e estilo mais brigador, porém com menos eficácia que nos debates de 2016. Trump conseguiu que o debate se parecesse com ele. Caberá aos eleitores decidirem se desejam que os EEUU continuem se parecendo com ele, ou se preferem virar a página.

Trump esgotou a paciência dos espectadores. É a pior notícia para a sua campanha. Biden não conseguiu seduzir, mas mostrou que é muito diferente em estilo, embora não tenha sido capaz de marcar com a mesma nitidez as diferenças programáticas. Os analistas consideram que nos EEUU há poucas pessoas que não tenham ideia formada sobre Trump e Biden.

Tanto é que o volume de indecisos entre os prováveis eleitores (a categoria de pessoa em que as pesquisas tendem a se concentrar em um país com abstenção tradicionalmente alta) mal chega a 5% em seu pico, e está assim desde março deste ano.

A conclusão é que para Biden está claro: a vitória do debate foi pequena, momentânea e incerta.

Assim, será preciso algo mais para atrair para seu lado os poucos não alinhados que restam e ainda podem decidir o futuro da nação.

 

Deixe sua Opinião