Notícias

Opinião: "Energias renováveis e o futuro do RN"

Postado às 05h05 | 14 May 2022

Ney Lopes

Um tema que merece prioridade no debate político deste ano é o potencial de geração de energias renováveis existente no RN.

Além de uma questão de sobrevivência do planeta, tais fontes energéticas agregam países e contribuem para a estabilidade do dólar.

João Câmara – O município de João Câmara (RN) simboliza o progresso dessa atividade.

Com 29 parques eólicos e 327 aero geradores, João Câmara já é tida conhecida como a Capital Nacional dos Ventos, inclusive pela aprovação de proposta do senador Jean Paul Prates neste sentido.

Crescimento - No ranking do PIB per capita estadual, a cidade saltou para o 7º lugar, com geração de emprego e renda na região limítrofe, sendo hoje a 10ª que mais recolhe impostos no estado.

Aproximação - Atualmente, a China domina a produção de energia, a partir de fontes renováveis e insumos necessários.

Para fugir ao monopólio tecnológico chinês, países como Chile, México e Brasil terão de se aproximar e desenvolver indústria latino-americana de energias renováveis.

RN – O nosso estado terá todas as condições de liderar a geração no país.

Já existe a   lei que criou o marco legal da geração própria de energia, com regras para consumidores que produzem a própria energia a partir de fontes renováveis, como solar fotovoltaica e eólica.

É o caso de dizer: “mãos à obra! ”.

Olho aberto

Família – Amanhã, o Dia Internacional da Família. A data foi proclamada pela Assembleia Geral da ONU, em 1993 e reflete a importância que a comunidade internacional atribui às famílias.

Mortes - Oligarca russo morre em queda de penhasco. Diretor do resort de ski da Gazprom é o sétimo em poucos meses.

Há quem acredite que se trata de um esquema elaborado pelo regime de Vladimir Putin para castigar os dissidentes.

Tradição - A Lufthansa vai investir este ano 2,5 mil milhões de euros para modernizar a frota. Neste valor entram 17 novos aparelhos da Boeing, que visam aumentar a rentabilidade da operação no transporte de mercadorias.

A empresa tem tradição de operar no RN, no transporte de frutas tropicais.

Fátima -  Na última sexta, 13 de maio, mais de 200 mil pessoas visitaram o Santuário de Nossa Senhoria de Fátima, em Portugal.

Temor – Houve receio entre os petistas, quando Janja, a noiva de Lula, pegou o microfone no lançamento da candidatura no Expo Center Norte, em SP.

A opinião é que ela deve aparecer menos.

Foi proposta homenagem a d. Marisa Letícia, a ex-primeira-dama falecida, na Convenção de julho.

Saída – O Congresso e o STF se articulam para não desmoralizar a instituições, no caso do indulto do deputado Daniel Silveira.

A Corte não tem como desfazer o perdão.

A saída honrosa é jogar o assunto para resolução no Parlamento.

Bolsonaro– O escritor Vargas Llosa, prêmio Nobel de literatura, declarou em Montevideo, que as “travessuras de Bolsonaro são muito difíceis para um liberal admitir.

Agora, entre Bolsonaro e Lula, prefiro Bolsonaro. Com suas travessuras, ele não é Lula”

Europa I – A decisão da Finlândia e Suécia de entrarem na OTAN poderá levar ao agravamento da guerra na Ucrânia. Moscou fala em tomar ‘medidas duras”.

Europa II – Putin acha que um vizinho territorial da Rússia não pode prevenir-se de uma invasão.

No caso, só haveria o direito unilateral do ditador russo montar um arsenal bélico e ameaçar o mundo.

Coca Cola - Uma engenheira química foi condenada a 14 anos de prisão, nos EEUU, por roubar segredos comerciais de bebidas da Coca Cola para beneficiar o Governo chinês e uma empresa chinesa.

Os segredos comerciais custaram a Coca Cola quase 120 milhões de dólares (cerca de 114 milhões de euros).

Lula - No encontro com o Solidariedade, Lula citou “Deus” quatro vezes e a “Bíblia”, duas.

Afirmou-se “cristão” em duas oportunidades.

Diz-se que o motivo foi Bolsonaro ter ganho mais pontos entre os evangélicos indecisos.

 

Deixe sua Opinião