Notícias

Opinião: "O desencanto de brasileiros"

Postado às 05h37 | 02 May 2021

Ney Lopes

Um dado preocupante é o aumento da saída de brasileiros para viverem em Portugal. Esse fenômeno sempre existiu, porém sem a intensidade atual, em plena pandemia.

Do começo de janeiro até os primeiros dias de março, foram 3,7 mil solicitações, cerca de 60 por dia.

Os 3,7 mil brasileiros representam 52% dos sete mil pedidos de residência feitos por estrangeiros no período. A quantidade seria maior, caso os postos consulares no Brasil não tivessem interrompido os pedidos devido a Covid-19.

O governo português entende que esse processo migratório ajudará o futuro da economia nacional.

Pequenas prefeituras desenvolvem estratégias econômicas para atrair e manter empreendedores e profissionais de preferência brasileiros. Uma área que abre oportunidades de trabalho é a digital, pela explosão dos serviços digitais após a pandemia. Há informações de uma lacuna entre 15 mil e 20 mil profissionais.

Os formados pelas universidades portuguesas anualmente não chegariam a 2 mil, 10% da demanda.

Empresas portuguesas recrutam profissionais para amenizar a defasagem e preparar Portugal para receber os € 2,9 bilhões do plano de recuperação da União Europeia, destinados à transição digital da economia.

O cenário do “desencanto dos brasileiros” com o país causa preocupações, em momento decisivo para a formulação de políticas de recuperação econômica, política e social, após a catástrofe epidêmica.

Esse será um tema a ser debatido intensamente, nos novos rumos políticos da Nação, a partir das eleições de 2022.

 

Deixe sua Opinião