Notícias

Opinião sobre desempenho de Biden está dividida, mostra pesquisa

Postado às 11h35 | 18 Sep 2021

Uma pesquisa divulgada pela Universidade de Monmouth na 5ª feira (16.set.2021) mostra que a opinião pública dos EUA está dividida sobre o desempenho do presidente Joe Biden. Eis a íntegra do estudo (em inglês, 454 KB)

Segundo o levantamento, 46% aprovam e 46% desaprovam o trabalho do democrata frente ao governo. A aprovação caiu desde abril, quando 54% concordavam com a maioria das ações do chefe da Casa Branca. Eis o avanço dos últimos meses.

A queda de aprovação ocorreu em todos os grupos partidários. Hoje o presidente tem 86% de aprovação entre os democratas –eram 95% em abril –, 40% dos independentes (eram 47%) e 5% dos republicanos (eram 11%).

A porcentagem de norte-americanos que veem o país indo para a “direção certa” é de 29%. O contrário chega a 65%. Em julho, a percepção era de 38% para o caminho certo e 56% para o errado.

Um ponto proeminente de discordância é a atuação dos EUA no Afeganistão. Washington encerrou as operações militares no país em 30 de agosto depois de 20 anos no país. Na opinião de 48% dos norte-americanos, Biden lidou “seriamente mal” com a retirada das tropas. Já 49% acreditam que o presidente fez o “melhor que pôde”.

A opinião de 29% dos entrevistados, por outro lado, é que a atual situação do Afeganistão poderia ter sido melhor se os EUA tivessem adiado o prazo de retirada até o final do ano. Outros 62% entendem que a situação seria a mesma, não importando a data de saída.

“A maioria dos norte-americanos aprova o fim da guerra do Afeganistão, mas as imagens de uma retirada desordenada não ajudaram Biden em um momento em que o aumento de casos de covid já está perturbando o público”, afirmou o diretor do Instituto de Pesquisa da Universidade de Monmouth, Patrick Murray.

Perspectivas futuras

Cerca de 32% do público acredita que um novo ataque nos EUA, como foi o de 11 de setembro de 2001, é bastante provável nos próximos anos depois da retirada das tropas do Afeganistão. Outros 32% acreditam que seja um pouco provável.

Os republicanos (59%) são os que mais acreditam nas chances de um novo ataque. Entre os independentes, 31%. Só 10% dos democratas levantaram essa hipótese.

A opinião sobre o Congresso também caiu. Se no começo do ano a aprovação ao trabalho dos congressistas oscilava entre 30% e 35%, agora 22% aprovam e 65% desaprovam.

A pesquisa foi feita por telefone entre 9 e 13 de setembro de 2021 com 802 eleitores nos EUA. O resultado tem margem de erro de 3,5 pontos percentuais.

Deixe sua Opinião